Roc2c Blog

If you need a real good pavement for your home, Roc2c has the solution for you!

1/23/18

Sabias que… / Did you know…

   A decisão de empedrar as ruas, por volta de 1500, tinha como objetivo pôr fim aos transtornos causados pela Ganga, o rinoceronte branco. Este animal transportava o rei no cortejo, no dia do seu aniversário a 21 de janeiro, mas devido ao calcar das suas pesadas patas no chão de lama, todo o cortejo e figurantes aparatosamente vestidos, ficavam sujos e enlameados.
   The decision to pave the streets, around 1500, was intended to put an end to the inconvenience caused by the Ganga, the white rhino. This animal carrying the king in the procession on the day of his birthday on January 21, but due to the trampling of their heavy paws on the mud floor, the entire procession and extras dressed ostentatiously, were dirty and muddy.



1/19/18

Marginal da Praia Vasco da Gama, Sines / Vasco da Gama beach Avenue, Sines

   Iniciamos esta publicação com esta fantástica fotografia tirada por nós, Roc2c, numa das inúmeras aventuras pelo nosso país. Aliás, todas as fotografias aqui publicadas são captadas por nós, nas nossas “viagens de campo”, e posteriormente é feito um trabalho escrito e de análise pela equipa.

    Voltemos então à fotografia: Imaginamo-nos sentados neste pequeno banco de pedra, como se tivéssemos na proa de um navio, pavimentado com as nossas queridas pedrinhas, a desfrutar da esplendorosa vista. Mas que lugar tão perfeito e inspirador!

   Como plano de fundo, está o radioso sol que penetra por entre os “braços” do porto de abrigo e se deita sobre as águas, o que torna a fotografia ímpar e única. Este panorama pode, por exemplo, fazer lembrar, aos amantes do cinema, a passagem do filme Titanic em que o Leonardo Di Caprio segura a Kate Winslet na ponta do grandioso navio.

   Agora que já descemos à terra e já fizemos a nossa imaginação trabalhar, é o momento de analisarmos e descrevermos o que Sines tem de melhor.
   We started this publication with this fantastic photograph taken by us, Roc2c, in one of the countless adventures for our country. In fact, all the photographs published here are taken by us in our "field trips", and later a written and analysis work is done by our team.

   Let's go back to the picture: We imagine ourselves sitting on this small stone bench, as if we were on the prow of a ship, paved with our precious stones, to enjoy the splendid view. What a perfect and inspiring place!

   As background, it is the radiant sun that penetrates through the "arms" of the harbour and lies down on the water, which makes it an unique photography. This panorama, for example, may remind to the cinema lovers of the passage of the film Titanic in which Leonardo Di Caprio holds Kate Winslet at the tip of the great ship.

    Now that we have come down to earth and have already made our imagination work, it is time to analyze and describe what Sines has the best.





Praia Vasco da Gama, Sines
© Roc2c



   Vamos começar pelo castelo e o brasão da cidade em Calçada Portuguesa.

   O Castelo de Sines foi construído na primeira metade do século XV, tem cerca de meio hectare e é um dos poucos castelos medievais construídos na costa portuguesa. Um dos indivíduos que fizeram as obras na fortaleza foi Estevão da Câmara, pai do navegador Vasco da Gama e considerado o mais famoso alcaides de Sines.

    Ao longo dos anos, o castelo tem sido alvo de restauros e em novembro de 2008, o castelo teve as mais recentes obras de requalificação.

  Para além de ter aspetos históricos muito importantes para a cidade de Sines, este castelo, lá do alto da falésia, tem uma fantástica vista sobre o mar.


    Let's start with the castle and the coat of arms of the city in Portuguese Cobblestone.

   Sines Castle was built in the first half of the 15th century, it is about half a hectare and it is one of the few medieval castles built on the Portuguese coast. One of the men who did the works in the fortress was Estevão da Câmara, father of the navigator Vasco da Gama and considered the most famous mayor of Sines.

    Over the years, the castle has been targeted for restoration and in November 2008, the castle had the most recent works of requalification.

   Apart from having very important historical aspects for the city of Sines, this castle, on the top of the cliff, has a fantastic view over the sea.





Castelo de Sines
© Roc2c



   Depois da nossa breve descrição do “mirone” da cidade, propomos que desça a rampa das Bicas Velhas. Esta é uma das várias descidas da falésia, toda ela pavimentada em Calçada Portuguesa. Esta descida liga a Rua Vasco da Gama à Avenida Vasco da Gama, a marginal da praia.

   Em toda a Avenida/Marginal reina a Calçada Portuguesa e um dos locais em que melhor se pode ver os movimentos do porto de pesca é a via pedonal recentemente desenhada e aplicada no pontão junto ao cais.
     After our brief description of the "mirone" of the city, we propose to go down the ramp of the Bicas Velhas. This is one of several falls of the cliff, all paved in Portuguese Cobblestone. This street connects Vasco da Gama Street to Vasco da Gama Avenue, the beachfront. 

   Throughout the Avenue, the Portuguese Pavement rules and the pedestrian route recently designed and applied on the pontoon next to the pier, is one of the best places where you can see the fishing port movements.
   



Marginal da Praia Vasco da Gama, Sines
© Roc2c



   O brasão, estrategicamente colocado, abaixo do castelo e acima do ambiente piscatório do porto de pesca de Sines, tem efetivamente o papel de “ patrão” da cidade. Atrevemo-nos também a dizer que as nossas bem-amadas pedrinhas pretas e brancas que fazem o desenho deste brasão são o cartão-de-visita desta cidade.
  The coat of arms, strategically placed, below the castle and above the fishing atmosphere of the fishing port of Sines, effectively has the role of "boss" of the city. We also dare to say that our well-loved black and white pebbles that make the design of this coat of arms are the card of this city.



Brasão de Sines
© Roc2c

1/17/18

Miradouro do Cruzeiro, São Martinho do Porto / Cruzeiro Viewpoint, São Martinho do Porto


Um olhar sobre o horizonte

  É indiscutível que Portugal possui paisagens que enchem a alma de qualquer um e a paisagem que vamos enaltecer nesta publicação é linda e inspiradora de mais.

   Do alto do Miradouro do Cruzeiro vemos e deslumbramo-nos com a vista de toda a vila de São Martinho do Porto. Mas o mais importante, nestas fotografias, é a íntima relação Terra e Mar, um local certamente abençoado pelos deuses da beleza. Daqui, podemos contemplar o horizonte, a linha em que o mar toca no céu. É um horizonte inalcançável pois por mais que nos aproximamos, mais ele foge. Porém, ficamos felizes, calmos e serenos ao observar o que a natureza tem para nos oferecer.


A look over the horizon

   It is undoubted that Portugal has landscapes that fill the soul of anyone and the landscape that we will enhance in this publication is so much beautiful and inspiring.

   From the top of the Cruzeiro Viewpoint we see and glare with the view of the whole town of São Martinho do Porto. But the most important, in these photographs, is the intimate relationship Earth and Sea, a place certainly blessed by the gods of beauty. From here, we can contemplate the horizon, the line in which the sea touches the sky. It is an unattainable horizon because however much we approach, the more it flees. However, we are happy, calm and serene while we observe what nature has to offer us.




Miradouro do Cruzeiro, São Martinho do Porto
© Roc2c



   Do outro lado, vemos duas das mais belas obras feitas pela natureza - a Baía e a Montanha - a baía remete-nos para a ilusão. Cá do alto temos a perceção de estarmos perante uma concha do mar, perfeitamente desenhada na areia. A Montanha, como pano de fundo é como um símbolo de proteção, uma barreira natural que esconde o horizonte.


   On the other side, we see two of the most beautiful works made by nature - the Bay and the Mountain - the bay sends us to the illusion. On the top we have the perception that we are facing a sea shell, perfectly drawn in the sand. The Mountain as background is like a symbol of protection, a natural barrier that hides the horizon.


Baía de São Martinho
© Roc2c


  Para além dos fenómenos naturais aqui referidos, temos também um pouco de história. Nestas fotografias, a mirar as maravilhas naturais, está o cruzeiro de Santo António. Foi construído em 1940 para celebrar o VIII Centenário da Independência e III da Restauração de Portugal.
  In addition to the natural phenomenon mentioned here, we also have a bit of history. In these photographs, to watch the natural wonders, it is the Santo António Cruzeiro. It was built in 1940 to celebrate the VIII Centenary of Independence and III of the Restoration of Portugal.
   


Miradouro do Cruzeiro, São Martinho do Porto
© Roc2c


Cruzeiro de Santo António, São Martinho do Porto
© Roc2c

1/15/18

Mosteiro da Batalha / Monastery of Batalha

   Depois da vitória na Batalha de Aljubarrota, travada a 14 de agosto de 1385, o rei D. João I cumpriu a sua promessa. Mandou construir o Mosteiro de Santa Maria da Vitória, também conhecido como Mosteiro da Batalha.

  As obras deste excecional conjunto arquitetónico duraram mais de 150 anos, daí ter apontamentos de duas correntes artísticas - predomina o gótico manuelino mas também uns apontamentos renascentistas.

   Considerada uma das mais belas obras da arquitetura portuguesa e europeia, este conjunto monástico apresenta-nos uma igreja, dois claustros, a Capela do Fundador, as Capelas Inacabadas e dois panteões reais.

   Atualmente, o Mosteiro da Batalha assume-se como espaço de devoção, cultural e turístico. Integra também a Lista do Património da Humanidade definida pela UNESCO em 1983.

   Toda a zona envolvente ao grandioso Mosteiro é composta de Jardins e largos com apontamentos em Calçada Portuguesa.
   After the victory in the Battle of Aljubarrota, fought on August 14, 1385, King John I fulfilled his promise. He ordered the construction of the Monastery of Santa Maria da Vitoria, also known as the Monastery of Batalha.

   The works of this exceptional architectural ensemble lasted more than 150 years, so it has notes of two artistic currents - predominantly the Manueline Gothic but also some Renaissance notes.

   Considered one of the most beautiful works of Portuguese and European architecture, this monastery complex presents a church, two cloisters, the Founder's Chapel, the Unfinished Chapels and two real pantheons

   Currently, the Monastery of Batalha is assumed as a place of devotion, culture and tourism. It also integrates the List of World Heritage Sites defined by UNESCO in 1983.

   The whole area surrounding the majestic Monastery is composed of Gardens and Squares with notes in Portuguese Pavement.



Mosteiro da Batalha, Portugal
© Roc2c 

   
   Neste artigo iremos fazer destaque ao Praça D. João I e ao Jardim do Condestável pois são duas referências desta importante vila, situada na Região Centro Litoral de Portugal e que pertence ao distrito de Leiria.

   Este largo é rodeado por cafés, restaurantes e lojas tradicionais e em todo o seu chão podemos ver Calçada Portuguesa, que em 2013 (entre Abril e Setembro) sofreu uma requalificação e consequente melhoria paisagística que, de fato, estas nobres áreas merecem.

   
    In this article we will highlight Square D. João I and Jardim do Condestável because they are two references of this important town, located in the Center Region of Portugal and belonging to Leiria district.

  This square is surrounded by cafés, restaurants and traditional shops and on all its floor we can see Portuguese Pavement, that in 2013 (between April and September) it had a requalification and consequent landscape improvement that, in fact, these noble areas deserve.




Praça D. João I, Batalha
© Roc2c


Praça D. João I, Batalha
© Roc2c



  Nestas zonas envolventes existe uma combinação de cores, rosa, preto e branco, sendo a calçada rosa da serra algarvia, Sul de Portugal, a branca e a preta do maciço calcário da Serra de Aire e Candeeiros.

   Enquanto que sentados nos cafés e nos restaurantes do largo, os habitantes locais e turistas podem pôr a conversa em dia ou saber informações e curiosidades acerca do Mosteiro, no Jardim do Condestável as pessoas podem descansar, relaxar ou até ler um livro. Este local apresenta-nos um grande espaço relvado com muitas árvores a oferecer sombra e os tradicionais bancos de jardim. Entre todo este espaço verde e fresco existem passeios de calçada branca com contornos pretos.
  In these surrounding areas there was a combination of colors, pink, black and white, being the pink sidewalk of the Algarve mountain, Southern Portugal, the white and the black limestone massif of the Serra de Aire e Candeeiros.

     While sitting in cafes and restaurants in the square, locals and tourists can catch up on conversation or know information and curiosities about the Monastery, in the Condestável Garden people can rest, relax or even read a book. This place gives us a large lawny area with many shady trees and traditional garden benches. Among all this green and fresh space there are white sidewalk pavements with black outlines.






Combinação de cores, Calçada Portuguesa
© Roc2c


Jardim do Condestável
© Roc2c



   E agora perguntamos retoricamente. Porquê o nome de Jardim do Condestável?!

   Devido à estátua colocada há cerca de 50 anos no centro deste jardim. Estátua de D. Nuno Álvares Pereira, o Condestável do Reino e o autor da obra foi o escultor Leopoldo de Almeida.
   And now we ask rhetorically. Why the name of Condestável Garden?!

    Due to the statue placed about 50 years ago in the center of this garden. Statue of D. Nuno Álvares Pereira, the Constable of the Kingdom and the author of the work was the sculptor Leopoldo de Almeida.





Estátua de D. Nuno Álvares Pereira
© Roc2c

1/12/18

Reparação Pato Donald na Avenida de Roma, Lisboa / Donald Duck Repair in Roma Avenue, Lisbon

   No ano de 2017 foi com enorme prazer que recebemos o convite para executar a reparação do Pato Donald, inicialmente elaborado pelo Mestre Calceteiro Sr. Orlando Caetano.
   In the year 2017 we received with great pleasure the invitation to perform the repair of the Donald Duck, initially elaborated by Master Portuguese Pavement Craftsman Mr. Orlando Caetano.       



Restauro do Pato Donald feito pela Roc2c
© Roc2c


   Este convite surge por parte da sua filha, Paula Caetano, no intuito de prestar a merecida homenagem ao seu pai, juntamente com o lançamento do livro “A Calçada Portuguesa na Vida de um Ourives do Chão - Memórias de Orlando Caetano” de João Monteiro Serrano.


   This invitation comes from her daughter, Paula Caetano, in order to pay the well - deserved tribute to her father, along with the launch of the book "The Portuguese Pavement in the Floor Goldsmith Life" - Orlando Caetano Memories" by João Monteiro Serrano .

  Este desenho do Pato Donald está na Avenida de Roma nº 10 em Lisboa mas com o passar dos anos e reparações mal executadas, tinha perdido parte do desenho.
   This drawing of Donald Duck is in Roma Avenue nº 10 in Lisbon but with the passing of the years and its repairs badly executed, it had lost part of the drawing.


Pato Donald original em Calçada Portuguesa
© Roc2c


   A Roc2c foi ao local com o nosso Mestre Bruno Cunha e com o apoio de uma fotografia de como era a imagem inicialmente e o molde original de madeira, cedido pela Escola de Calceteiros de Lisboa, fizemos um trabalho fiel ao original e assim realizamos uma justa e digna homenagem a um “Ourives do Chão”.

   Roc2c went to the place with our Master Bruno Cunha and with the support of a photograph of what was the image initially and the original wooden mold, provided by the School of Portuguese Pavement Craftsmen of Lisbon, we did an original faithful work and thus we realized a fair and worthy tribute to a "goldsmith of the floor".



Molde Original em madeira do Pato Donald
© Roc2c

Detalhe do Restauro em Calçada Portuguesa
© Roc2c


Mestre Calceteiro Bruno Cunha na finalização do restauro
© Roc2c


1/10/18

Baía de São Martinho do Porto, Alcobaça / Bay of São Martinho do Porto, Alcobaça

  Estamos perante uma bela e atraente baía, procurada por imensas pessoas pelas suas águas calmas e pelo seu ambiente de tranquilidade e paz.

  É uma vila localizada no centro de Portugal, concelho de Alcobaça, distrito de Leiria. Dispõe à sua frente uma baía com forma de uma concha, a ligação ao Oceano é feita por uma abertura de poucos metros e é rodeada por uma praia de areia e dunas.
  We have a beautiful and attractive bay, visited by lots of people for its calm waters and by its calm and peaceful environment. 

  It is a village located in the center of Portugal, municipality of Alcobaça, district of Leiria. It has a bay shaped like a shell in front of it, the connection to the Ocean is made by an opening of few meters and is surrounded by a sandy beach and dunes.



São Martinho do Porto
© Roc2c


  Desde o século XIX que é um local frequentado pela nobreza e pela burguesia pelas suas ótimas condições balneares, daí ter ficado conhecida como o “bidé das marquesas”.

   Uma vila essencialmente turística, dedicada ao descanso e tranquilidade e dispõe de todos os meios para umas férias agradáveis. Desde cafés, restaurantes, esplanadas e lojas e uma calçada ao longo dos 3 quilómetros de praia onde as crianças podem andar de bicicleta, os adultos podem fazer uma caminhada e os desportistas praticarem os desportos náuticos, além do mais existe também um mercado aberto diariamente.

    Since the nineteenth century it is a place frequented by the nobility and the bourgeoisie for its excellent bathing conditions, hence it has become known as the "marquess bidet".

   An essentially touristic village, dedicated to rest and tranquility and it has all the means for a pleasant holiday. From cafes, restaurants, terraces and shops and a sidewalk along the 3 kilometers of beach where children can ride bicycles, adults can go for a walk and sportsmen practice water sports, plus there is also an open daily market.



Passeios em Calçada Portuguesa ao longo de toda a marginal
© Roc2c



    Acabamos de descrever uma terra do litoral de Portugal ideal para férias e nesta fotografia encontramos também a perspectiva ideal entre a serra, o mar, o engenho humano e a nossa estrela, a Calçada Portuguesa. Simples, sem padrão e conjugações de cores mas tão bonita!
   We just described an ideal land of Portugal coastline for holidays and in this photograph we also find the ideal prospect between the mountains, the sea, human talent and our star, the Portuguese Pavement. Simple, no pattern and color combinations but so beautiful!
   


Miradouro do Cruzeiro, São Martinho do Porto
© Roc2c


1/8/18

Templo de Santa Luzia, Viana do Castelo / Temple of Santa Luzia, Viana do Castelo

   Nestas fotografias por nós captadas vemos a mais completa e fantástica relação da Natureza com o trabalho humano, que faz deste Templo-Monumento de Santa Luzia em Viana do Castelo uma joia fascinante do nosso país.
   In these photographs we can see the most complete and fantastic relationship of Nature with human work, which makes this Temple-Monument of Santa Luzia in Viana do Castelo a fascinating jewel of our country.



Basílica de Santa Luzia, Viana do Castelo
© Roc2c 

Jardim da Basílica de Santa Luzia
© Roc2c 


   A conhecida “Princesa do Lima” está numa posição verdadeiramente deslumbrante pois, lá do alto, ela consegue vislumbrar a longa extensão das serras, o belo vale do Rio Lima e por entre toda esta natureza, os “pontos escuros” das casas e casebres.
   The well-known "Princess of Lima" is in a truly gorgeous position because, up there, she can glimpse the long range of the mountains, the beautiful valley of the Lima River and among all this nature, the “dark spots” of houses and hovels.




Vista para o Rio Lima, Viana do Castelo
© Roc2c 


   A Basílica de Santa Luzia foi começada em 1903 e a sua construção termina em 1943, projeto do arquiteto Miguel Ventura Terra, que conta com apontamentos neo-românticos e bizantinos e que foi visivelmente inspirada na Basílica de Sacré Coeur de Montmartre em Paris. Porém, a estátua de bronze do coração de Jesus, que está na entrada do Templo, é da autoria do escultor Aleixo Queirós Ribeiro, datada de 1898. 

   The Basilica of Santa Luzia was begun in 1903 and its construction finishes in 1943, project of the architect Miguel Ventura Terra, with features neo-romantic and Byzantine notes and it was visibly inspired by the Basilica of Sacré Coeur of Montmartre in Paris. However, the bronze statue of Jesus Heart, which is at the entrance of the Temple, was made by the sculptor Aleixo Queirós Ribeiro, dated 1898.
   


Estátua de bronze do Coração de Jesus
© Roc2c


   Toda a zona envolvente tem um empedrado em granito que juntamente com a estrada de acesso em Calçada Portuguesa e a verdejante e colorida natureza que rodeia este templo sagrado, faz deste local um dos destinos mais ricos de Portugal.

  All the surrounding area has a granite pavement that along with the access road in Portuguese Cobblestone and the green and colorful nature that surrounds this sacred temple, makes this place one of the richest destinations in Portugal.



Calçada Portuguesa, empedrado em granito
© Roc2c

Calçada Portuguesa
© Roc2c

1/5/18

Praça de Bocage, Setúbal / Bocage Square, Setubal

   A Praça de Bocage em Setúbal tem imensos elementos que têm obrigatoriamente que ser referidos, realçados e enaltecidos por nós, Roc2c.

  É uma praça demasiado importante e merece uma publicação à altura dela mesma. Desde a sua história e estátua do poeta Manuel Maria Barbosa du BOCAGE até à quase indescritível obra de arte em Calçada Portuguesa, por ser de uma beleza ímpar.
   The Plaza of Bocage in Setúbal has many elements that must be mentioned, highlighted and praised by us, Roc2c.

   It's a very important square and it deserves a publication that matches itself. From its history and statue of the poet Manuel Maria Barbosa du BOCAGE to the almost indescribable work of art in Portuguese Pavement, for being of a unique beauty.



Praça de Bocage em Setúbal
©Roc2c


Praça de Bocage, Fonte em Setúbal
©Roc2c


   Bocage, poeta setubalense, observa lá dos seus 12 metros de altura, todos os seus conterrâneos e os visitantes da sua Terra Natal. Cá em baixo, o centro histórico da cidade de Setúbal está todos os dias ao rubro. Milhares de pessoas pisaram e pisam os padrões coloridos em Calçada Portuguesa. Umas descansam nas esplanadas dos cafés e restaurantes outras deliciam-se fazendo as compras nas lojas modernas e tradicionais.

   A Calçada Portuguesa presente nesta praça setubalense tem uma conjugação de cores impressionante, desde pedras calcárias beje, brancas, rosas e pretas. Na zona envolvente ao jardim podemos encontrar um padrão quadrangular com contornos pretos e quadrados rosa a fazer contraste e no centro, por baixo de Bocage, vimos um excelente padrão de calçada, padrão este, muito original mas recorrendo sempre à nossa conhecida Simetria de Reflexão. Esta simetria é caracterizada como sendo a simetria sob forma de espelho.


   Bocage, a setubal poet, observes there from his 12 meters high, all his countrymen and the visitors of his native land. Below, the historical center of Setúbal city is every day running high . Thousands of people have stepped and step the colored patterns in Portuguese Cobblestone. Some rest on the cafes and restaurants, and others delight in shopping in the modern and traditional shops.

   The Portuguese pavement present in this square has an impressive color combination, from beige, white, pink and black calcareous stones. In the garden surrounding area we can find a quadrangular pattern with black outlines and pink squares to make contrast and in the center, below Bocage, we saw an excellent pattern of sidewalk, this pattern is very original but it is always resorting to our well-known Symmetry of Reflection. This symmetry is characterized like a mirror symmetry.





Estátua Bocage, poeta, praça em calçada portuguesa
©Roc2c

Praça de Bocage, calçada portuguesa em Setúbal
©Roc2c



 «Simetria por reflexão

 Um objeto possui simetria por reflexão quando existir um eixo ou um plano (ditos de simetria) que divide o objeto em duas partes, sendo cada uma das quais a imagem ao espelho da outra.

  Uma cadeira, um automóvel ou um corpo humano - abstraindo sempre pequenas assimetrias - apresentam normalmente simetria por reflexão. Há um plano imaginário passando pelo meio destes corpos que os divide em duas partes ditas simétricas. Se tomássemos apenas metade do objeto (meia cadeira, meio automóvel ou meio corpo humano, salvo seja…) e o encostássemos ao espelho, teríamos a ilusão de observar o objeto completo. […]» 

  Definição retirada do livro Calçadas de Portugal, Simetria passo a passo de Ana Cannas da Silva

  Devido à sua localização privilegiada junto ao rio Sado, o espaço onde agora está instalada a Praça de Bocage sempre foi alvo de vários repovoamentos, construções, largos, praças e até picadeiros, desde o século I da nossa era até ao século XIX. Devido também à sua excelente localização foi aqui construída a Igreja de São Julião e a praça teve o nome de Largo do Sapal. Em meados do século XIX, a praça como hoje é conhecida, começa a ganhar forma, sendo até então um terreiro.

  Deixou de se chamar Largo do Sapal quando António Feliciano Casquilho construiu a estátua do ilustre poeta setubalense e a sua inauguração nesta praça tem a data de 21 de dezembro de 1871.
«Reflection Symmetry

  An object has reflection symmetry when there is an axis or a plane (called symmetry axis or symmetry plane) which divides the object into two parts, one being the mirror image of the other.

   A chair, a car or a human body - always disregarding small asymmetries - usually has reflection symmetry. There is an imaginary plane bisecting each of these bodies, that divides it into two symmetrical parts. If we took only half of the object (half a chair, half a car, or half a human body- perish the thought…) and leaned it against a mirror, we would be under the illusion of observing the whole object. […]» 

   Definition taken from the book Portugal Sidewalks, Symmetry step by step of Ana Cannas da Silva.

   Due to its privileged location next to the Sado River, the space where the Bocage Square is nowadays has always been the target of several repopulations, buildings, plazas and even riding stables, from the first century of our era to the nineteenth century. Due also to its excellent location was built here the Church of São Julião and the square was named Largo do Sapal. In the mid-nineteenth century, the square as it is known today, begins to take shape, being until then a yard.


  It changed name, Largo do Sapal, when António Feliciano Casquilho built the statue of the illustrious poet and its inauguration in this square is dated December 21, 1871.
   



Praça de Bocage, assentamento em Simetria por reflexão
©Roc2c


Igreja de S. Julião
©Roc2c